Connect with us

Utilidade Pública

Governo federal mobiliza ministérios para ajudar Litoral de SP afetado por fortes chuvas

Published

on

Diante das fortes chuvas que atingiram o litoral norte de São Paulo neste fim de semana, em especial em São Sebastião, o Governo Federal determinou uma mobilização de vários ministérios para auxiliar o município e o estado de São Paulo nas ações emergenciais de assistência às vítimas, de suporte de infraestrutura e de reconstrução da região.

O ministro da Integração e do Desenvolvimento Regional (MIDR), Waldez Góes, e o secretário nacional de Proteção e Defesa Civil, Wolnei Wolff, visitam nesta segunda-feira (20/2) as áreas mais afetadas pelas fortes chuvas.

Adicionalmente, o Grupo de Apoio a Desastres da Defesa Civil Nacional (GADE) já está em deslocamento para a região, com o objetivo de atuar na coordenação das ações de socorro e resposta à população local. Além disso, o MIDR acionou o Ministério da Defesa para providenciar aeronaves de grande porte para ajuda humanitária e para auxiliar nas ações de desobstrução de vias e rodovias que estão interditadas em São Sebastião e região.

Em outra frente, a previsão, segundo o ministro Waldez Góes, é de que seja publicado ainda neste domingo (19/2), em edição extraordinária do Diário Oficial da União, o reconhecimento sumário da situação de calamidade no município, essencial para a liberação de recursos federais.

Góes esteve em contato com o governador de São Paulo, Tarcísio de Freitas, e com o prefeito de São Sebastião, Felipe Augusto, para alinhar as ações mais necessárias. Dentro do Governo Federal, esteve em contato com o presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva e diversos ministros, como Rui Costa (Casa Civil), Jader Filho (Cidades), Simone Tebet (Planejamento) e José Múcio (Defesa), entre outros.

Advertisement
“O presidente Lula nos determinou de pronto que possamos agir de forma integrada para dar assistência às vítimas. Estamos atuando conjuntamente para que possamos ter o aferimento preciso das informações. Foram mais de 600 mm de chuva em muito pouco tempo. É incalculável o prejuízo causado e as vidas ceifadas. Estamos mobilizando especialistas federais e estaduais. Temos instituições e órgãos preparados para que tenhamos as respostas o mais rápido possível”, afirmou o ministro Waldez Góes em entrevista à GloboNews.  

“Tudo o que for necessário em termos de equipamentos e recursos, nós teremos. O orçamento da Defesa Civil foi recomposto por ação do presidente Lula na PEC da Transição. À medida que a atuação for acontecendo, teremos o termômetro do que precisaremos mais precisamente: mais aeronaves, viaturas, efetivo dos Bombeiros, Força Nacional, Polícia Rodoviária. A atuação no local com integração das Defesas Civis vai nos indicar, em tempo real, o que será necessário. O que posso dizer é que não faltarão recursos para pessoal e equipamentos”, completou o ministro.

Pelo Twitter, o ministro das Relações Institucionais, Alexandre Padilha, referendou o caráter integrado da ação do Governo Federal.

“Estamos acompanhando a situação do litoral norte de São Paulo, que foi fortemente afetado pelas chuvas dessa madrugada. A Defesa Civil já foi acionada e vai ajudar no socorro à população”, escreveu o ministro.

Também pelas redes sociais, o ministro de Portos e Aeroportos, Márcio França, anunciou a liberação emergencial de R$ 2 milhões por meio da Autoridade Portuária de Santos (SP) para doação de mantimentos para as vítimas das chuvas no litoral de São Paulo.

Continue Reading
Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Utilidade Pública

Dia Mundial da Água: Empresas e instituições se reúnem para discutir a importância para a sobrevivência humana

Objetivo é sensibilizar os empresários sobre a relação da água com o ser humano e a importância da evolução do saneamento

Published

on

MANAUS (AM) – O Dia Mundial da Água, celebrado na quarta-feira, dia 22 de março, foi celebrado com programação especial do HUB ODS Amazonas. O evento “Dia Mundial da Água: Cuidando da Vida, Cuidando do Planeta” é resultado de uma parceria da concessionária com o Movimento +Água, iniciativa do Pacto Global da Organização das Nações Unidas (ONU) no Brasil para a aceleração da universalização do saneamento e segurança hídrica no país.

O HUB ODS da Rede Brasil do Pacto Global tem como objetivo engajar as empresas e organizações dos estados e municípios brasileiros com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), no Amazonas. Além da Águas de Manaus e do Movimento +Água, também participaram do evento empresas como Instituto Soka, Honda, além de Secretarias Municipais de Educação (Ocas do Conhecimento) e de Saúde (Vigilância Sanitária), Unicef e Fiocruz.Esta é a primeira iniciativa com esse modelo no mundo. Com isso, a Rede Brasil do Pacto Global busca ampliar e regionalizar o trabalho, entendendo melhor as necessidades de cada parte do País, que atualmente é a segunda maior rede do mundo.Na ação realizada nesta quarta-feira foram abordados temas como o impacto do saneamento ambiental nas crianças e nos adolescentes, a importância da água tratada em regiões com alagações cíclicas em Manaus, a correlação entre saneamento e saúde e os compromissos com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentáveis (ODSs).

“Aqui estamos criando uma motivação e sensibilização para atingirmos os objetivos das ODSs. Para nós, fazer este evento no Dia Mundial da Água, na nossa sede, recebendo empresas e entidades é muito importante. É o momento de reafirmamos para a sociedade manauara o nosso compromisso com o saneamento na cidade”, destacou Semy Ferraz, relações institucionais da Águas de Manaus.

O evento foi realizado de forma híbrida, com transmissão ao vivo pelo canal do YouTube do Pacto Global da ONU no Brasil.

*Com informações da assessoria

Continue Reading

Utilidade Pública

IEL abre 99 vagas para estágio em Manaus

Para participar do processo, os candidatos devem ter cadastro no site do IEL Amazonas.

Published

on

MANAUS (AM) – O Instituto Euvaldo Lodi (IEL Amazonas) oferece para esta quinzena 99 vagas de estágio, com atuação em regime presencial, para estudantes de nível superior e médio com bolsas que vão de R$ 265 a R$ 1.320, mais auxílio transporte e alimentação.

As vagas para nível superior são para os cursos de Administração (24), Contabilidade (23), Recursos Humanos (13), Direito (nove), Economia (seis), Tecnologia da Informação (três), Comunicação Social (uma), Ciências Biológicas (uma) Pedagogia (uma), Marketing (uma), Publicidade e Propaganda (uma), Arquivologia (uma), Arquitetura e Urbanismo (uma), Serviço Social (uma), Design (uma), e Ensino Médio (12).

Para participar do processo, os candidatos devem ter cadastro no site do IEL Amazonas e manter todos os dados pessoais, escolares e de conhecimentos gerais atualizados, incluindo telefone e e-mail. Mais informações pelo site e redes sociais do IEL (Facebook e Instagram) e pelo Whatsapp (92) 98134-0259.

*Com informações da assessoria

Continue Reading

Utilidade Pública

Decreto institui cotas raciais em 30% dos cargos de confiança

Medida abrange administração pública federal.

Published

on

BRASIL – Como forma de ampliar a presença de pessoas negras em cargos de liderança, o governo federal vai implementar um programa que reserva até 30% de vagas em cargos de comissão e funções de confiança na estrutura do Poder Executivo, incluindo administração direta, autarquias e fundações.

O decreto que institui a medida foi assinado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva, nesta terça-feira (21), em cerimônia no Palácio do Planalto alusiva ao Dia Internacional da Luta pela Eliminação da Discriminação Racial. 

“Apesar de ocupar o posto de segunda maior nação negra do planeta [depois da Nigéria], o Brasil ainda não acertou as contas com o passado de 350 anos de escravidão. Apesar de todos os esforços e avanços, este país ainda tem uma imensa dívida histórica a resgatar”, afirmou Lula em discurso após assinar o decreto.

O presidente lembrou que a Lei Áurea, que aboliu a escravidão formal no país, em 1888, tirou a população do confinamento das senzalas para o confinamento das piores estatísticas sociais até hoje. “Moradia, emprego, educação, saúde, segurança pública. Qualquer que seja o indicador, homens e, principalmente, mulheres negras são sempre os mais excluídos”, destacou.

As cotas serão para os Cargos Comissionados Executivos (CCE), que são de livre nomeação, e as Funções Comissionadas Executivas (FCE), que também são de livre nomeação, mas exclusivas para servidores concursados. Segundo o governo, o decreto estabelece o prazo de até 31 de dezembro de 2026 para que a administração pública federal alcance os percentuais mínimos de reserva de vagas estipulados.

“Daremos esse passo inédito que entrará para a história. Negros e negras na ponta e no topo da implementação de políticas públicas no governo federal, um novo horizonte para uma nova página desta gestão”, afirmou a ministra da Igualdade Racial, Anielle Franco, em discurso emocionado ao anunciar a medida.

Os ministérios da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos (MGI) e da Igualdade Racial (MIR) devem estabelecer metas intermediárias para cada grupo dos níveis de CCE e FCE estipulados pelo decreto. As pastas também devem estabelecer metas específicas para cada órgão. A norma também determina a observação da paridade de gênero na ocupação desses cargos.

*Com informações da Agência Brasil

Advertisement
Continue Reading

Tendências