Entre em contato

Amazonas

Uma tonelada de drogas é apreendida em embarcação no Amazonas

Foram apreendidos também R$ 70 mil em espécie, armas de fogo, uma embarcação e um veículo de luxo

Publicado

em

Manaus (AM) – Uma tonelada de maconha tipo skunk, avaliada em R$ 8 milhões, foi apreendida no Rio Solimões durante a operação “Rainha do Solimões”, realizada entre sexta-feira (15) a terça-feira (19). Também foram apreendidas armas de fogo, R$ 70 mil em espécie, uma embarcação e um veículo de luxo.

A ação contou com o apoio do Departamento de Polícia do Interior (DPI) e do Grupo Força Especial de Resgate e Assalto (Fera), e ocorreu em diferentes zonas de Manaus e no interior do Amazonas, entre os municípios de Tefé (a 523 quilômetros da capital), e Coari (a 363 quilômetros). Na ocasião, também foram presos três suspeitos, que pertenciam ao grupo criminoso.

A delegada-geral da PC-AM, Emília Ferraz, destacou que com esta operação, uma quadrilha oriunda do centro-oeste do país, que tramita via Tabatinga (a 1.108 quilômetros de Manaus), e distribuía entorpecentes para o resto do Brasil, foi desarticulada.

“Toda uma cadeia que vem promovendo mortes e vícios e levando outras pessoas à criminalidade é desestruturada com esse trabalho. Isso só é possível com a participação da população, que tem nos ajudado de forma consistente, com informações, para que possamos atuar de forma incisiva no combate aos criminosos”, enfatizou Emília.

Na ocasião, o delegado Rafael Allemand, diretor do Departamento de Repressão ao Crime Organizado (DRCO), explicou que as investigações iniciaram há cerca de dois meses, onde os policiais detectaram uma organização criminosa de atuação interestadual. A pessoa responsável pela venda da droga em Tabatinga, bem como a pessoa que receberia o entorpecente na região centro-oeste também já foram identificadas e estão sendo investigadas.

Abordagem

Durante a abordagem à embarcação, as equipes policiais efetuaram a prisão de dois transportadores e de um freteiro, que estavam responsáveis por toda a logística da droga de Tabatinga a Manaus.

“Em paralelo a ação no rio, cumprimos mandados de busca e apreensão em alguns endereços de Manaus, onde apreendemos R$ 70 mil em espécie e armas de fogo. Vamos dar andamento às investigações, para localizar e prender o proprietário do material ilícito, bem como dos demais envolvidos na ação criminosa”, informou Allemand.

O delegado Juan Valério, coordenador do Grupo Fera, que deu apoio tático à operação, contou que as equipes ficaram ininterruptamente 48 horas nos rios, e conseguiram êxito na abordagem. “As drogas estavam armazenadas e concretadas no porão da embarcação, o que dificultou ainda mais o acesso ao material, que teve de ser quebrado com marretas e martelos”, relatou Valério.

Procedimentos

O trio responderá pelos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico. E será encaminhado à Central de Recebimento e Triagem (CRT), onde ficará à disposição da Justiça.

 

Continue Lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Amazonas

Amazonas registra 83 novos casos de Covid e uma morte

O uso da máscara, lavagens das mãos e a imunização, são recomendações fundamentais no controle da circulação da Covid

Publicado

em

Manaus (AM) – O Amazonas registrou 83 novos casos de Covid-19 e uma morte, conforme o boletim divulgado pela Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas Dra. Rosemary Costa Pinto (FVS-RCP), nesta segunda-feira (6).

Atualmente, o estado tem 430.602 casos da doença e 13.811 mortes. Ainda conforme o boletim, 1.494 pessoas com diagnóstico de Covid-19 estão sendo acompanhadas pelas secretarias municipais de saúde, o que corresponde a 0,35% dos casos confirmados ativos.

Entre os casos confirmados de Covid-19 no Amazonas, internados em Manaus há 51 pacientes, sendo 20 em leitos clínicos na rede pública, 31 em UTI (6 na rede privada e 25 na rede pública).

Há ainda outros 6 pacientes internados considerados suspeitos e que aguardam a confirmação do diagnóstico. Desses, 3 estão em leitos clínicos (2 na rede privada e 1 na rede pública), 3 estão em UTI (1 na rede privada e 2 na rede pública).

No boletim consta, também, que há outros 15 pacientes internados em leitos clínicos com Covid-19, na rede pública de saúde do interior do estado, conforme informado pela Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas (SES-AM).

Municípios

Dos 430.602 casos confirmados no Amazonas até esta segunda-feira (6), 205.581 são de Manaus (47,74%) e 225.021 do interior do estado (52,26%).

A capital, Manaus, tem 9 novos casos confirmados. No interior, os 14 municípios que têm casos novos registrados são: Jutaí (21), Coari (15), Apuí (7), Parintins (6), Autazes (5), São Sebastião do Uatumã (5), Itacoatiara (3), Maués (3), Boa Vista do Ramos (2), Santa Isabel do Rio Negro (2), Tefé (2), Boca do Acre (1), Rio Preto da Eva (1) e Urucurituba (1).

Mortes

Entre as vítimas em Manaus, há o registro de 9.502 óbitos confirmados em decorrência do novo coronavírus. No interior, são 61 municípios com óbitos confirmados até o momento, totalizando 4.309. Há um novo óbito em Manaus.

Banco de dados

O boletim diário é construído com as informações disponibilizadas diariamente pelas prefeituras municipais, todos os dias da semana, incluindo fins de semana e feriados.

A consolidação dos casos notificados no Amazonas é realizada pela FVS-RCP a partir de informações obtidas em três sistemas: e-SUS Notifica, Sistema de Informação da Vigilância Epidemiológica da Gripe (Sivep-Gripe) e o Gerenciador de Ambiente Laboratorial (GAL), até às 10h de cada dia. Em Manaus, foram notificados 741.335 casos, enquanto no interior do estado, o número chega a 569.322.

Medidas de proteção 

Medidas preventivas contra a Covid-19 – O uso da máscara de proteção facial, manter a distância entre as pessoas, lavagens das mãos com água e sabão ou a utilização de álcool em gel e a adesão à imunização realizada na Campanha Nacional de Vacinação contra a Covid-19, são as recomendações consideradas fundamentais no controle da circulação do vírus SARS-CoV-2, que continua presente no Estado.

Continue Lendo

Amazonas

Vídeo mostra homem sendo morto após briga em show de Gusttavo Lima, em Manaus

A vítima teria se envolvido em uma confusão no show do “Buteco do Gusttavo Lima” e foi executada com 43 tiros

Publicado

em

Manaus (DF) – Imagens de uma câmera de segurança mostram o momento exato em que Gênesis de Nascimento, de 40 anos, foi brutalmente executado na manhã do último domingo (5). O caso aconteceu na avenida Torquato Tapajós, Zona Norte de Manaus.

Ele tinha acabado de sair do Buteco do Gusttavo Lima, que aconteceu na Arena da Amazônia. No local, ele teria se envolvido em uma briga. Fato esse que poderia ter ocasionado a execução.

No vídeo, é possível ver  Gênesis parar o carro em frente a um posto de combustíveis, logo em seguida um homem sai de um veículo vermelho e dispara diversos vezes contra ele . Segundos depois, outro carro branco aparece e mais dois homens atiram em Gênesis.

Um terceiro carro aparece no vídeo chegando ao local de ré com a porta aberta, mas ninguém desce e logo deixa o local. Não se sabe ainda se esse carro também estava com criminosos.

Tudo indica que a vítima estava sendo seguida desde quando deixou a Arena. Outras pessoas estavam com Gênesis, mas conseguiram correr e não ficaram feridas.

Veja o vídeo 

Entenda o caso

Gênesis foi executado com, pelo menos, 43 tiros na manhã do domingo (5), segundo a Polícia Militar.

A vítima teria se envolvido em uma confusão no show do “Buteco do Gusttavo Lima”, realizado na Arena da Amazônia, quando saiu do local do evento e foi perseguida. A vítima morava em um condomínio nas proximidades de onde foi atacada.

Segundo as autoridades, a motivação da briga no show ainda é desconhecida pelas autoridades. A Polícia Civil investiga o caso.

Continue Lendo

Amazonas

Unidades de saúde de Manaus estão em alerta sobre a variante Ômicron

No Brasil, até o momento, foram confirmados três casos no estado de São Paulo

Publicado

em

Manaus (AM) – O Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde (Cievs) emitiu, nesta quinta-feira (2), um alerta às unidades da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), com orientações sobre procedimentos em razão da circulação da variante Ômicron, classificada como Variante da Preocupação (VOC), pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

No Brasil, até o momento, foram confirmados três casos no estado de São Paulo, região Sudeste do país, que seguem em isolamento, sendo monitorados pelo Cievs paulista.

A titular da Semsa, Shádia Fraxe, explica que o objetivo do alerta é realizar a divulgação de situações com potencial emergência em saúde pública, no atual cenário epidemiológico da Covid-19. “Nossa equipe técnica está atenta e já elencou as principais medidas a serem observadas para que possamos manter a guarda, protegendo nossos usuários, conforme orientação do prefeito David Almeida. Temos a vacina e precisamos que toda a população continue adotando os cuidados individuais como o uso de máscara, higienização das mãos e distanciamento social”, indica.

De acordo com o alerta, as unidades de saúde do município devem intensificar ações que colaborem para o aumento da cobertura vacinal; realizar busca ativa diária de pessoas suspeitas de estarem com Covid-19; notificar os indivíduos suspeitos que se enquadrem na definição de caso, adotando as recomendações de manejo de casos e contatos conforme o Guia de Vigilância Epidemiológica do Ministério da Saúde; e enviar imediatamente uma cópia da notificação ao Cievs Manaus.

Além disso, orienta que seja reforçada, junto aos servidores das unidades e usuários, a manutenção das medidas de prevenção não farmacológicas como uso regular de máscaras, etiqueta respiratória, distanciamento social, higienização das mãos com álcool em gel ou água e sabão e evitar locais fechados com aglomeração de pessoas.

Informações

O documento do Cievs Manaus destaca o que há, até agora, de conhecimento científico sobre a nova variante. Quanto à gravidade, ainda não está claro se a infecção por Ômicron causa doença mais grave em comparação com infecções com outras variantes. Dados preliminares sugerem que há taxas crescentes de hospitalização na África do Sul, onde o índice de cobertura vacinal é muito baixo, mas isso pode ser devido ao aumento do número geral de pessoas que estão se infectando e não devido a uma infecção específica pela variante. Atualmente, não há informações que os sintomas associados a Ômicron sejam diferentes daqueles de outras variantes.

No que se refere à transmissibilidade, os registros apontam que o número de pessoas com teste positivo aumentou em áreas da África do Sul afetadas por esta variante, mas estudos epidemiológicos estão em andamento para entender se é por causa da Ômicron ou outros fatores.

Evidências preliminares sugerem que pode haver um risco aumentado de reinfecção com Ômicron em comparação com outras variantes preocupantes. O alerta aponta, ainda, que estudos técnicos estão sendo realizados para entender o impacto potencial dessa variante nas medidas existentes, incluindo vacinas. As vacinas atuais permanecem eficazes contra doenças graves e morte.

Continue Lendo

Trending