Entre em contato

Ciencia e Tecnologia

Parintinense ganha destaque com software para gestão de bares e restaurantes

Mário desenvolveu um software para automatizar tarefas nas áreas de gestão fiscal e financeira

Publicado

em

Manaus (AM) – Com um perfil despojado, curioso e inquieto, o parintinense Mário Flávio Novo Jr. já se destaca no mercado de tecnologia. Ele, que teve seu primeiro encontro com um computador ainda na  infância, passou a se interessar por tecnologia e investiu nos estudos. O principal objetivo do empreendedor era criar ferramentas que eliminassem as tarefas repetitivas e facilitassem a vida das pessoas. Com a demanda das empresas para entrar na era digital, Mário desenvolveu um software para automatizar tarefas nas áreas de gestão fiscal e financeira.

Alinhado aos novos modelos de negócio no mundo e um mercado cada vez mais interligado à tecnologia, Mário Flávio mostra que para ser bem-sucedido não existe receita pré-definida, mas sim uma busca constante por conhecimento. Durante a criação do software, o parintinense pensou em como alinhar a necessidade do setor de alimentação e integrar clientes, garçons e empresários.

“A primeira coisa que eu pensei foi na necessidade de gestão dos estabelecimentos com relatórios simples e gráficos, que ajudam o proprietário analisar os números e, com isso, aumentar as vendas”, destaca o empreendedor amazonense.

O empreendedor foi se construindo sozinho ao longo da sua carreira, sempre usando de suas habilidades para se desvencilhar de obstáculos e realizar seus sonhos. Mário Flávio afirma que as empresas precisam se adequar ao novo modelo. Foi preciso passar por um longo caminho até chegar ao modelo do software que alinhasse o bom atendimento, rapidez e eficiência na gestão de bares e restaurantes. Atualmente, o IComanda atende mais de 700 clientes, não somente no Amazonas, mas em outros estados do país.

“O cliente está cada vez mais ligado à tecnologia, desde fazer pedidos até fazer pagamentos por meio digital. O iComanda tem essa visão tanto pelo lado do empreendedor e tanto pelo lado de dar facilidade ao cliente. Manaus é uma das cidades que possuem um grande crescimento do mercado food service e está se aperfeiçoando cada vez mais. Podemos dizer que daqui a alguns anos seremos pioneiros nessas ferramentas”, garante.

Além de organizar o estoque, a parte financeira, realizar relatórios, emitir a nota fiscal, o software desenvolvido pelo parintinense ainda possibilita que os clientes façam os pedidos acessando os produtos por um cardápio digital através de tablets ou smartphones.

“O atendimento por smartphone agiliza e centraliza todos os processos, desde o envio da comanda para a cozinha, o controle do tempo da produção dos pratos, fechamento de conta e emissão de cupom fiscal. Além disso, é possível fazer integração com toda parte financeira, fiscal e estoque em um único sistema. A integração com marketplaces também é um ponto forte, mas nosso ponto mais forte é possuir um suporte em horário comum dos bares e restaurantes e um local para sanar dúvidas dos clientes, pois quando se tem um sistema de fora isso dificulta muito a resolução de problemas”, explica o criador do IComanda, Mário Flávio Novo.

Novidades para o público

A nova funcionalidade do software será apresentada em um espaço na Feira Internacional de Gastronomia Amazônica (FIGA), que acontece nos dias 21, 22 e 23 de outubro, no Centro de Convenções do Amazonas Vasco Vasques. Segundo Mário, o IComanda passa a aceitar o pagamento em PIX.

“Repetindo a dose das últimas edições da FIGA, o Stand do iComanda promete surpreender todos os visitantes e empresários que forem conhecer o espaço, com uma estrutura surpreendente e demonstração de toda logística do produto. O iComanda já está sendo usado por muitas empresas em Manaus e no interior do Estado. A funcionalidade do cliente pedir os produtos pelo smartphone começará a ser disponibilizada depois da FIGA”, informa Mário Nôvo

Expansão

Conforme Mário Flávio Novo, a empresa vem conquistando clientes em outras grandes cidades do país. “Atualmente já estamos inseridos em todas as capitais e grandes cidades da Região Norte, além de algumas cidades em todas as Regiões do país. Estamos focando em novas ferramentas que vamos lançar agora na FIGA. Estamos sempre ouvindo os clientes, o que é fundamental para aprimorar ferramentas e desenvolver produtos. O gestor ou empresário pode entrar em contato com nós pelas redes sociais, que sempre estaremos dispostos a escutar: @icomandafood”, diz Mário.
Saiba mais sobre o iComanda

Liderada pelo parintinense, e equipe de desenvolvedores levou mais de 2 anos estudando as necessidades de bares e restaurantes, até que em 2015 lançaram a plataforma na primeira edição da FIGA, já causando um grande sucesso por ser, na época, um sistema totalmente desconhecido no mercado. A interface amigável fez os primeiros clientes a usarem e aprovarem de imediato, com crescimento orgânico de boca a boca foi crescendo e se consolidando no Amazonas. O IComanda é um produto da empresa Vekttor.

Continue Lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Ciencia e Tecnologia

Criação de games e robótica é oferecida gratuitamente neste sábado (16) em Manaus

A programação conta com atividades de criação de games, robótica educacional, modelagem e impressão 3D, vídeos divertidos no estúdio, ilustração de desenho animado e a prestigiada Arena Games

Publicado

em

Manaus (AM) – Em celebração a semana da criança, o Senac AM realiza, neste sábado (16), o “Criança Digital”, das 9h às 12h, na unidade da Chapada, localizada na Avenida Darcy Vargas. A atividade é totalmente gratuita.

As inscrições podem ser feitas via telefone no (92) 98197-5049 ou clicando aqui. A programação conta com atividades de criação de games, robótica educacional, modelagem e impressão 3D, vídeos divertidos no estúdio, ilustração de desenho animado e a prestigiada Arena Games.

As atividades atendem crianças de 7 a 16 anos e estimulam atividades práticas nos ambientes tecnológicos, como reforça a professora Roneuane Graziela Araújo, do Centro de Informática do Senac (CIN).

“Para uma criança a grande motivação está exatamente na empolgação da realização ou da construção de um projeto que para ela seja interessante. A robótica, por exemplo, traz essa demonstração do que real, do que é facilmente entendível para uma criança. Essa passagem didática entre o mundo real e o virtual é o que ajuda as crianças a desenvolverem o prazer nas habilidades que envolvem engenharia e matemática”, disse a professora
Roneuane Graziela Araújo.

Um dos projetos da robótica para a criançada será a construção da Roda Gigante que abordará a temática da sustentabilidade, com uso de materiais recicláveis na construção do protótipo.

A ideia é construir um parque de diversões sustentável e, durante esse processo criativo, estimular a matemática criativa e a cultura maker.

Continue Lendo

Amazonas

Instituto Mamiraúa firma parceria com Terramazonia Superplants

Publicado

em

MANAUS (AM)  Com o objetivo de contribuir e fomentar ações de conservação na Região Amazônica, a Terramazonia Superplants e o Instituto de Desenvolvimento Sustentável Mamirauá assinaram um termo de parceria que prevê a aplicação de parte do lucro obtido com a venda dos produtos da empresa em projetos desenvolvidos pelo instituto. O contrato já está em vigor e tem duração de três anos, com opção de renovação.

Doação

Entre os principais itens do acordo, ficou estabelecido que a cada produto vendido, a TMZ doará R$ 1 (um real) ao instituto, para fortalecer iniciativas de conservação, desenvolvimento e manejo de recursos naturais conduzidas pela organização na Amazônia.

Pesquisadores catalogam plantas na Amazônia

Pesquisadores catalogam plantas na Amazônia

Comunidades

Além disso, o Instituto Mamirauá e a Terramazonia concordaram em discutir a possibilidade de levar a comunidades assessoradas propostas justas para fornecimento de insumos provenientes da agricultura familiar e do manejo sustentável para os produtos da empresa.

Para o diretor técnico-científico do Instituto Mamirauá, Emiliano Esterci Ramalho, a iniciativa é primordial para o desenvolvimento de projetos que beneficiam diretamente os povos amazônicos.

“É muito importante esse interesse de uma empresa privada em dar um retorno para a Região. Essa parceria, na prática, significa fazer um investimento, com base no lucro da própria empresa, em ciência, em melhoria da qualidade de vida das pessoas e conservação da Amazônia. Isso é louvável, porque nós sabemos que, atualmente, os investimentos nessas áreas são muito escassos”, exaltou.

Conservação da Floresta

Instituto Mamirauá realiza estudos na Floresta

Pesquisadores realizam estudos na Amazônia

De acordo com o diretor técnico-científico da Terramazonia Superplants, Emerson Silva Lima, a parceria com o Instituto Mamirauá é a oportunidade que a empresa buscava de promover ações efetivas de conservação.

“Desde que fomos criados, temos como um ponto forte a visão da economia social, que é o compartilhamento dos lucros do negócio com as comunidades. O que a empresa deseja é desenvolver ações contundentes pela preservação e o Instituto Mamirauá é o melhor parceiro que poderíamos ter, por ser uma organização séria e que tem um trabalho reconhecido. Hoje em dia, as pessoas não querem mais apenas consumir um produto. Elas também querem saber de onde ele vem, como é feito. É o consumo consciente. O nosso consumidor vai estar contribuindo diretamente para ações de conservação”, disse.

Anda para o diretor, com a atitude da Terramazonia, espera-se que outras empresas sintam-se motivadas a participar de processos do gênero.

“A parceria também traz um benefício potencial importante. Ela demonstra que as empresas podem assumir esse papel de apoiar e financiar esses temas, incentivando outras a adotarem as mesmas práticas e demonstrarem o mesmo comprometimento”, concluiu.

Sobre a Terramazonia Superplants

A Terramazonia Superplants nasceu com o propósito de promover a conexão entre  o bem-estar, a biodiversidade da Amazônia e a sustentabilidade econômica dos produtores locais. Graças à inspiração de farmacêuticos, PHD’s em biotecnologia, a empresa criou suplementos e ingredientes naturalmente funcionais – a base de plantas provenientes de comunidades locais, com o propósito de levar os benefícios da biodiversidade da Amazônia para a rotina de todos.

A TMZ utiliza frutos in natura cultivados por comunidades locais da região amazônica colaborando assim com a proteção contra desmatamentos e abandonos de áreas produtivas.

Sobre o Instituto Mamirauá

O Instituto Mamirauá é um dos centros de excelência do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) e referência nacional e internacional em desenvolvimento sustentável para a conservação da biodiversidade e melhoria da qualidade de vida da população amazônica. Localizado na região do Médio Solimões, Amazonas, suas ações são voltadas à criação e à consolidação de modelos de uso da biodiversidade para o desenvolvimento econômico e social de comunidades tradicionais. Entre seus territórios de atuação estão as Reservas de Desenvolvimento Sustentável Mamirauá e Amanã, que juntas somam uma área protegida de quase 3,5 milhões de hectares.

Leia mais:

Jambu, planta da Amazônia é rica em ferro e vitamina C

Continue Lendo

Trending