Connect with us

Cultura

‘Lugares Que o Dia Não Me Deixa Ver’ completa 10 anos e ganha ‘novo olhar’ para o Centro de Manaus

O projeto do Espaço Cultural Casarão de Ideias contará, agora, com painéis de vidro com traços de prédios históricos da cidade

Published

on

Em breve, o projeto ‘Lugares Que o Dia Não Me Deixa Ver’, idealizado pelo Espaço Cultural Casarão de Ideias, ganhará uma ‘nova roupagem’ e passará a contar com painéis de vidro com traços de prédios históricos em pontos estratégicos da cidade, com o objetivo de proporcionar à população a visão de como eram essas construções antes do avanço da urbanização ou antes de serem abandonados pelo poder público em geral.

De acordo com João Fernandes, diretor do Casarão de Ideias e idealizador do projeto, esse ‘novo olhar’ é uma forma de tornar o ‘Lugares Que o Dia Não Me Deixa Ver’, que completa 10 anos, algo permanente. “Anteriormente, utilizávamos iluminações cênicas nas construções para chamar a atenção da sociedade, mas somente por um curto espaço de tempo. Agora, com esses painéis fixos, poderemos tornar permanente a nossa proposta que é sempre resgatar a memória de uma Manaus que foi abandonada e/ou que passou pelo processo de urbanização”, comenta ele.

E o primeiro painel será em homenagem ao Cine Guarany, que foi primeiramente inaugurado em 21 de maio de 1907 e batizado de Cassino Teatro Júlia. Em seguida, foi chamado de Cine Alcazar, com estilo arquitetônico inspirado no Oriente, e somente depois foi nomeado de Cine Guarany. O prédio era localizado na confluência da Rua Leovegildo Coelho, atual Floriano Peixoto, que dá prosseguimento para a atual Avenida Getúlio Vargas com a Sete de Setembro.

“Além do painel de vidro, o público poderá ter acesso a um QR Code que mostrará com informações sobre a construção histórica, além de proporcionar a visualização do modelo do prédio. Assim, poderemos manter viva a história da nossa Manaus, sempre com suporte da tecnologia. A nossa cidade precisa ter sua memória resgatada e preservada”, reforça Fernandes.

Ainda nesta segunda-feira (10), o diretor do Casarão de Ideias esteve em uma reunião com o setor de projetos do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional no Amazonas (Iphan) que já sinalizou uma parceria para que o ‘Lugares Que o Dia Não Me Deixa Ver’, possa se tornar fixo em diversos pontos da cidade. “Essas ações são uma opção para turistas que, muitas vezes, chegam em Manaus, mas sentem a necessidade de saber muito mais sobre sua história. E quando uma instituição como o Iphan ‘abraça’ essa causa, ganha um novo peso, uma nova importância. Estamos certos de que, em breve, outros painéis também poderão ser implementados em outras partes de Manaus”, finaliza ele.

Advertisement
Continue Reading
Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cultura

Manaus sedia exposição ‘Vida e Cores’ de Pietro Bruno, sobre Amazônia

A Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult) deu início nesta quarta-feira, em Manaus, a exposição de arte “Banho de Origens – MAO 353 – Vida e Cores”, que retrata a vida manauara em sua fauna e flora, sob a ótica do artista plástico uruguaio Pietro Bruno.

Published

on

Pietro Bruno

Manaus (AM) – A Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult) deu início nesta quarta-feira, em Manaus, a exposição de arte “Banho de Origens – MAO 353 – Vida e Cores”, que retrata a vida manauara em sua fauna e flora, sob a ótica do artista plástico uruguaio Pietro Bruno.

De acordo com a assessoria, a mostra ficará exposta por tempo indeterminado e dará suporte para a chegada de cruzeiros na cidade de Manaus. A entrada é gratuita e funcionará para visitação de segunda a sextade 8h às 12h. 

Ao todo, dez obras do artista plástico estarão em exposição no Pavilhão Universal que fica localizado na praça Adalberto Vale, em frente à praça Tenreiro Aranha, Centro.

“Essa é a oportunidade para que visitantes, sejam eles alunos, professores ou interessados pelo belo e paisagismo-impressionista possam conhecer profundamente essas obras que aqui estão expostas. Certeza que vai contribuir e incentivar o consumo pela arte”, disse o diretor-presidente da Manauscult, Alonso Oliveira.

“O projeto ‘Banho de Origens’ continua a fornecer testemunhos e olhares de cidadãos de outros torrões, que escolheram a antiga terra dos Manaós para viverem e trabalharem. A presente exposição é um testemunho de amor destes, que aqui encontraram o seu lugar e que neste mês de outubro somam para celebrar com os que aqui nasceram, os que aqui escolheram ficar, visitantes e todos os demais, juntos”, disse o diretor de políticas culturais, Wallace Almeida.

A instalação artística de Pietro Bruno faz parte das ações de valorização dos espaços públicos da Prefeitura de Manaus voltados à cultura e ao turismo.

Artista Pietro Bruno

O artista plástico Pietro Bruno nasceu em Montevidéu, no Uruguai. Seu estilo se vincula ao paisagismo-impressionista, que prima pela combinação de cores, pelo jogo de luz, contraste, profundidade e movimento, pelo volume e indefinição de formas, elaboradas sempre em sintonia com a natureza. 

Advertisement

Pietro começou a pintar aos 8 anos de idade. Ganhou destaque pela força criativa retratada em seus primeiros trabalhos e pela intensidade e beleza com que destaca a natureza.

O pintor veio para o Brasil em 1979, com o objetivo de visitar a Floresta Amazônica, que até então só era conhecida por meio de documentários e fotos. 

Segundo o artista, o abstracionismo é a essência de seu trabalho, fundamentado na intensidade de sua imaginação. Sua intenção é transmitir ao público, a luz, a energia positiva, a imaginação e a criatividade, presentes em seus trabalhos.

O artista expõe desde 1985 e já realizou 70 exposições, entre individuais e coletivas, em cidades como Maués, Itacoatiara, Manaus, Curitiba, Rio de Janeiro, e em países como o Uruguai e a França. 

Leia mais:

Advertisement

Continue Reading

Cultura

Manauscult lança edital para apoio às escolas de samba da capital

As escolas de samba têm até o dia 6 de dezembro para concorrerem ao Edital de Chamamento Público nº 020/2022 que destina um apoio financeiro de R$ 2.229.541,60

Published

on

Escolas de Samba de Manaus

Manaus (AM) – A  Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult), tornou público, nesta terça-feira, 8, o edital de apoio financeiro às escolas de samba de Manaus, do Grupo Especial “A” e “B”, para o Carnaval 2023.

As condições de participação estão disponíveis na edição 5.459 do Diário Oficial de Manaus (DOM) e no site http://manauscult.manaus.am.gov.br/carnaval-2023/.

As escolas de samba têm até o dia 6 de dezembro para concorrerem ao Edital de Chamamento Público que destina um apoio financeiro de R$ 2.229.541,60.

“Atendendo determinação do prefeito David Almeida, reunimos com o segmento; lançamos a minuta do edital para a consulta pública; fechamos um planejamento que garantiu o provisionamento do recurso e, ainda, vai seguir os prazos legais dentro das etapas estabelecidas, de modo que as escolas recebam em tempo hábil o fomento e tenham condições de fazer uma belíssima apresentação na passarela do samba, que é o nosso sambódromo”, avaliou Alonso Oliveira, diretor-presidente da Manauscult.

O apoio financeiro está dividido em três categorias:

Categoria 1 – Grupo Especial, sendo o grupo composto por oito agremiações;

Advertisement

Categoria 2 – Escolas de Samba do Grupo “A”, sendo o grupo composto por nove agremiações;

e Categoria 3 – Escolas de Samba do Grupo “B”, sendo o grupo composto por nove agremiações.

Os representantes legais deverão entregar as propostas em envelope lacrado e com identificação da instituição proponente e meios de contato, com a inscrição “Proposta – Edital de Chamamento Público nº 20/2022 – MANAUSCULT”.

A documentação deve se entregue no Protocolo da Manauscult, no horário das 8h às 14h, na avenida 7 de Setembro, 377, Centro.

Os recursos a serem transferidos via parceria a ser celebrada para o Desfile Oficial das Escolas de Samba de Manaus 2023 serão destinados exclusivamente para as agremiações carnavalescas que atenderem todas as exigências estabelecidas no edital.

Advertisement

Leia mais:

Ponta Negra recebe prefeitura para organização do Réveillon 2022 em Manaus

Teatro Amazonas recebe show da Virada Sustentável em Manaus

Continue Reading

Cultura

Ponta Negra recebe prefeitura para organização do Réveillon 2022 em Manaus

A ideia é que o evento se harmonize com o Natal das Águas, programação do calçadão da Ponta Negra, e o Fan Fest, no Anfiteatro

Published

on

Gestores da Prefeitura examinam a planta da Ponta Negra para receber a festa de Reveillon

Manaus (AM) – A Ponta Negra recebeu ontem (3), em Manaus, visita de técnicos e gestores da comunicação e da cultura da capital para organização do Réveillon 2022.

Prefeitura de Manaus, por meio do Centro de Cooperação da Cidade (CCC) e a Fundação Municipal de Cultura Turismo e Eventos (Manauscult), ajustam detalhes da programação festiva de fim de ano.

Alonso Oliveira
Alonso Oliveira – Diretor-presidente da Manauscult

A ideia é que o evento se harmonize com o Natal das Águas, programação do calçadão da Ponta Negra, e o Fan Fest, no Anfiteatro, conforme explica Alonso Oliveira, diretor-presidente da Manauscult.

“A Praia da Ponta Negra será outra a partir de agora com esse Réveillon. Tenho certeza que a cidade de Manaus há muito espera por um grande evento aqui na Ponta Negra. Os técnicos aqui vieram para se certificar da proposta da Manauscult”, destaca.

Monitoramento

Secretaria de Segurança
Sandro Diz – Superintendente do CGC

De acordo com a prefeitura, da mesma forma que o #SouManaus e o Boi Manaus 2022, as festividades de fim de ano contarão com a atuação do Centro Integrado de Cooperação e Controle do Município (CICCM).

Para isso, heverá sala de monitoramento coordenada pelo CCC, que integra os principais serviços do estado e prefeitura, garantindo segurança para quem sair de casa.


“Nós já temos montado para essa parte da Ponta Negra mais de 15 câmeras. Estamos verificando outras câmeras para começar a focar a orla e a areia, onde o evento vai acontecer”, detalha Sandro Diz, superintendente do CCC.


Alberto Neto, subsecretário da Secretaria Municipal de Segurança Pública (Semseg), conta como será a atuação da guarda armada e diz que, estando muito mais estruturada e treinada, vai estar no controle de acesso.

Com o formato já definido, o Réveillon acontecerá em três pontos da Ponta Negra e contará com uma programação gospel entre as atrações artísticas que serão anunciadas pelo prefeito David Almeida no decorrer das próximas semanas. 

Leia mais:
Teatro Amazonas recebe show da Virada Sustentável em Manaus

Advertisement
Continue Reading

Tendências