Entre em contato

Polícia

‘Morri porque sou jack’, diz bilhete deixado ao lado de corpo em Manaus

O que chamou a atenção foi o bilhete deixado junto ao corpo: “Morri porque sou Jack”

Um homem identificado como Evandro Lima de Farias, de 31 anos, foi encontrado morto na rua Alfazema, da Comunidade Coliseu, bairro Jorge Teixeira. O caso aconteceu na manhã desta sexta-feira (16). O que chamou a atenção foi o bilhete deixado junto ao corpo: “Morri porque sou Jack” – fazendo uma menção ao crime de estupro contra uma grávida cometido pela vítima há 7 anos.

O homem estava usando apenas uma cueca de cor azul e havia saído do Sistema Penitenciário há pouco tempo. Ele, que estava com uma tornozeleira eletrônica na perna esquerda, morava na comunidade há apenas cinco meses.

A vítima tinha perfurações no corpo, sendo cinco na região das costas, quatro na região do braço e uma na região do pescoço. A vítima apresentava também marcas de agressão na região da cabeça, onde possivelmente tenha levado golpes de pauladas.

Evandro Lima de Farias foi preso no ano de 2014, quando tinha 24 anos, após estuprar uma grávida de 7 meses, na Rua Ipixuna, no bairro Raiz, na Zona Sul da capital. A morte dele pode ter sido motivada pelo crime que ele cometeu há 7 anos.